Data: 04/07/2018

INVESTIMENTO EM COMUNICAÇÃO É UMA FORMA DO LEGISLATIVO AUMENTAR SUA INDEPENDÊNCIA”, DIZ O PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES


Comunicação no geral nunca foi uma das prioridades de uma Câmara Municipal. Porém, com advento da tecnologia – em especial as redes sociais – e o aumento do engajamento publico e do ativismo digital essa ideia começou a ser revista.

Afinar o discurso  e a interação  entre a Casa e a população é um dos fatores que contribuem para o melhor funcionamento da Câmara.

Quem diz isso é Claiton Silva (PDT), Presidente da Câmara Municipal de Camaquã – RS, e que há aproximadamente três meses abriu processo de contratação para um Assessor de Comunicação responsável pela “voz” da Casa.

“O profissional contratado será uma escolha técnica, não política. Portanto estamos tendo uma série de cuidados em relação ao assunto”, comenta Silva sobre o processo de contratação.

Para falar sobre a expectativa e importância desta mudança, o Pro Legislativo conversou o atual Presidente da Câmara Municipal de Camaquã.

Confira abaixo a entrevista na íntegra:

Pro Legislativo – A Câmara Municipal de Camaquã abriu vaga para assessor de imprensa, isso significa que comunicação passa a ser uma das prioridades da Casa?

Claiton Silva – Sim. Após um curso que realizamos, percebemos a importância que a comunicação tem para a Câmara Municipal. Acreditamos que é uma forma de aproximar a população do que é feito no Legislativo.

Pro Legislativo – Na sua visão, às Câmaras Municipais demoraram para perceber que o investimento na comunicação  e interação com a sociedade interfere no melhor rendimento da Casa?

Claiton Silva – Sim, acredito que existe um atraso neste processo. Ainda assim, algumas já investem nesta frente. Porém, percebo que a implementação não é algo simples analisando exemplos de cidades próximas.

Muitas vezes a ideia é barrada pelos próprios vereadores, que não compreendem a importância desta frente. Outra dificuldade se dá quando o Executivo faz pressão para que isto não aconteça, pois, o investimento em comunicação é uma forma do Legislativo aumentar sua independência. Ainda assim, vejo que mesmo com todos os entraves a frente vem evoluindo. Muito por causa da tecnologia.

Pro Legislativo – Há uma compressão por parte dos Vereadores que a comunicação tem que ser uma atividade que atenda exclusivamente aos assuntos da Casa?

Claiton Silva – Ainda é uma etapa que estamos discutindo. Percebo nas reuniões que alguns Vereadores acreditam que a contratação será para auxilia-los. Não é bem assim. O objetivo é que o Assessor preste serviços exclusivamente à Câmara. O que a longo prazo será benefício para todos da Casa.

Para não acontecer o “pensei que era uma coisa, é outra” estamos detalhando tudo de forma clara. Uma ideia é dar um pequeno espaço semanal para o vereador expor algum assunto não partidário. Algo independente e que diga respeito à Casa.

Pro Legislativo – Acredita que este investimento em comunicação possa ser um legado de seu mandato?

Claiton Silva – Acredito que sim. Porém estamos nos preparando para que este processo seja realizado com os cuidados que o assunto merece.

Em 2012 a Câmara Municipal de Camaquã contratou um assessor, porém não tomaram os devidos cuidados e a ideia deu errado. Algumas ferramentas que estamos utilizando para que isso não aconteça novamente são ligadas às tecnologias. Estamos digitalizando tudo que diz respeito à Casa, também está sendo analisado a possibilidade de que possamos fazer transmissões sobre o que está acontecendo na Câmara Municipal. Outra ferramenta que lançaremos dentro dos próximos meses é um aplicativo que permita ao cidadão de Camaquã ter o Legislativo na palma de sua mão. (Portal ProLegislativo | Foto: Divulgação)

Licitações e Contratos


Agenda de Eventos


|Galeria de Fotos


Correio Cidadão


Perguntas e Respostas